Santos (Hugo Miguel) - Ballarò e Outros Motetos

Capa e paginação de Eduarda Fontes.

Revisão de Diogo Paiva.

Cutelo.

Março de 2024. 70 Págs. broch. Novo.

10. €






Michel (Louise) - De Luto em Luta

A trajetória de Louise Michel no anarquismo é atravessada, portanto, por debates dos mais relevantes. Momentos dos mais decisivos, não apenas para a estratégia mais adequada a ser adotada, como ainda, para a readequação da doutrina. Foi ainda dentro desse percurso, até a sua morte em Janeiro de 1905, que esteve atenta ao retorno dos anarquistas aos sindicatos, no contexto do nascente sindicalismo revolucionário. e da consolidação do anarco-comunismo, Alexandre Samis.



Coordenação de Samantha Lodi.

Tradução: Carlos Jacques, Emanuel Cameira, Isabel Duarte, Mário Rui Pinto, Miguel Serras Pereira e Samantha Lodi.

Revisão: Mário Rui Pinto.

Projecto gráfico: Ana Paula Pais.

Barricada de Livros.

Lisboa, 2023. 190 Págs. broch. Novo.

13. €

Freire (João) - Jornal A Batalha 1974 - 2024

Esboço Para Uma Análise Mais Distanciada.

Retomando o velho título do jornal diário de 1919, Emídio Santana e outros sobreviventes do movimento anarco-sindicalista português consubstanciado na Confederação Geral do Trabalho (CGT) decidiram reeditar este prestigiado título de imprensa, agora no contexto das novas condições políticas abertas pelo 25 de Abril de 1974, João Freire.

Revisão: Pedro Morais.

Composição gráfica: Joana Pires.

A Batalha.

Fevereiro de 2024. 121 Págs. broch. Novo.

10. €



Condé (Maryse) - Eu, Tituba, Bruxa... Negra de Salem

Maryse Condé escreveu dezenas de livros, entre peças de teatro, livros infantis, ensaios políticos e literários, mas dedicou-se maioritariamente aos romances, de que se destacam  Ségou, em dois volumes (1984-1985), Eu,Tituba, Bruxa... negra de Salem (1986), Desirada, (1987) e Le Coeur à rire et à Pleurer (1999). E é igualmente extensa a lista de prémios que ganhou: Grande Prémio Literário Feminino, Liberatur, Métis... Em 2018, ganhou o Novo Prémio da Academia, prémio alternativo ao Nobel instituído pela academia num ano de polémicas. (da badana).

Tradução de Diogo Paiva.

Revisão de Andreia Baleiras.

Capa e paginação de Luís Henriques.

Maldoror.

Lisboa. Maio de 2022. 260 Págs. broch.

€ 16,00.




Popa (Vasko) - A Maça de Ferro

E Outros Poemas.

Tradução, composição e paginado por Filipe Ribeiro.

Maus.

Fevereiro de 2024. 105 Págs. broch. Novo.

10. €



Ríos (Julián) - Larva

Babel de Uma Noite de São João.

Este livro é uma metáfora do mundo através de alguns acontecimentos; mas acima de tudo, penso eu, através da forma como é contado tudo isto. E é, como disse, um jogo, porque é precisamente desta constante transformação linguística que se deduz a diversão, o riso, a paródia: isto é, o jogo, e o jogo é também uma forma de conhecimento, Rafael Conte. 

Tradução de Mariano Alexandro Ribeiro.

Capa de Miguel Ângelo Rocha.

Paginação e grafismo de Paulo da Costa Domingos.

Barco Bêbado.

Fevereiro de 2024. 574 Págs. broch. Novo.

38. €



Shipley (Gary J.) - Mutações

Tradução de António Gregório.

Capa de Tiago Madaleno.

Paginação e grafismo de Paulo da Costa Domingos.

Barco Bêbado.

2024. 78 Págs. broch. Novo.

18. €



Jesi (Furio) - Spartakus

Simbologia da Revolta.

Entre os ensaios mais originais da segunda metade do século XX italiano, Spartakus permaneceu escondido durante muito tempo, e foi descoberto e publicado só vinte anos após o desaparecimento prematuro de Jesi, que ocorreu em Génova, em 1980; desde então, a cada leitura, confirma a sua irredutível novidade, permanece inclassificável como o génio do seu autor, Andrea Cavalletti.



Tradução de João Coles.

Prefácio de Andrea Cavalletti.

Revisão de Hugo Miguel Santos e João Henrique Banha.

Design de João de Bicker.

Composição de João Félix.

VS.

Dezembro de 2023. 209 Págs. broch. Novo.

19. €

Cavalletti (Andrea) - Vertigem

A Tentação da Identidade.

Andrea Cavalletti explora o conceito de «vertigem» começando por uma análise  bastante original do filme Vertigo, de Alfred Hitchcock, e do livro que o inspirou. Auxiliando-se, de entre outros, de Montaigne, Kierkegaard, Hume, Descartes, Kant, Husserl, Heidegger e Freud, o autor constrói uma reflexão filosófica inovadora e abrangente do conceito, combinando-a com estudos de psicanálise e medicina. Para o médico e filósofo Marcus Herz, discípulo de Kant, a vertigem deixa de ser uma mera categoria médica para se tornar numa possibilidade imanente à consciência. A vertigem está relacionada com a capacidade de representação das experiências espaciotemporais, Cavalletti propõe que, na vertigem, «o consecutivo tarda a vir ou chega antecipadamente e confunde-se com o precedente, enquanto o passado toma lugar do presente e absorve o futuro». (da contracapa).

Tradução de Miguel Serras Pereira.

Revisão de Carina Correia.

Design de João Bicker.

VS.

Dezembro de 2023. 298 Págs. broch. Novo.

24. € 



Anderson (Sherwood) - Morte na Floresta e Outras Histórias

Tradução de Paulo Faria.

Revisão de Diogo Paiva.

Paginação e capa de Eduarda Fontes.

Cutelo.

Fevereiro de 2024. 235 Págs. broch. 

14. €



Por Alguma Razão

Antologia da Poesia Argentina.

Selecção, tradução e nota prévia de Hugo Miguel Santos.

Capa, composição, paginação, impressão e encadernação manual por Oficina Ponto & Vírgula.

Contracapa. 

Vila Meã, Fevereiro de 2024. 153 Págs. broch. Novo.



8. €

Forte (António José) - Um Cuchillo Entre Los Dientes y Outros Textos

Prólogos de Herberto Helder y Alfredo Fernandes.

La poesía de António José Forte no es un lugar común del surrealismo, tal y como lo ha sido parte de la poesía praticada por aquí entre el final de la década de los 50 y el comienzo de la seguinte, y también mucha de la que se practica ahora subrepticiamente. Se evaporó toda ella, la otra y la poesía sobrepticia actual, la cual se diluye a cada instante, todavía en un estado de caligrafia incipiente, Herberto Helder.

Traducción de Isabel Gómes Rodríguez y Eugenio Castro.

La Torre Magnética.

Enero de 2019. 176 Págs. broch. Língua: Espanhol.


Novo.

12. €


Jorge (João Miguel Fernandes) - Sala de Sujos

Foi projectada por  Bruno Inácio.

Bestiário.

Fevereiro de 2024. 492 Págs. broch. Novo.

25. €



Anarco-Indigenismo

 Entrevistas recolhidas & apresentadas por Francis Dupuis-Déri & Benjamin Pillet.

Com Clifton Ariwakehte Nicholas, Freda Huson, Gord Hill, J. Kehaulani Kauanui, Roxanne Dunbar-Hortiz, Toghestiy, Véronique Hébert.

O anarco-indigenismo é um projecto de solidariedade com as comunidades autóctones em luta pela descolonização. O anarquismo contemporâneo está hoje mais aberto à ideia de que as suas raízes não têm necessariamente origens brancas. A noção de liberdade individual não vem da Europa, vem das Américas indígenas. E devemos começar a falar de responsabilidades, em vez de «direitos» humanos. Da noção de «direitos» decorre o postulado de que alguém, superior, no-los concede. Para podermos existir neste planeta como seres humanos, devemos ter em consideração as nossas responsabilidades, deixar de querer ser bons cidadãos do país que se nos impõe e procurar ser bons cidadãos do planeta.

Tradução de Dulce Pascoal. Revisão de Júlio Henriques. Desenhos de Gord Hill. Grafismo e paginação de Gonçalo Mota.

Livros Flauta de Luz.

2023. 149 Págs. broch. Novo.

12. €



Salamandra 23 - 24

Intervención Surrealista . Imaginación Insurgente . Crítica de La Vida Cotidiana. Del Comunismo del Genio al Genio de Lo Común: Jornadas de juegos surrealistas . El Laboratorio onírico . La barraca de las Maravillas . Espantausureros y licántropas . Acciones callejeras.

Crisis de civilización, colapso y utopia . Fuga de la revolución, revolución de la fuga . más realidade . El incendio interior: sueño e mercancía . Laboratorio  de lo imaginario . Lo amor loco erótico, el eros locamente enamorado . Locura, automatismo, lenguage . Poemas.

Contingencia e Insumisión de La Exterioridad: Debates y apuntes para um conocimiento salvage y apasionado del afuera.

Grupo Surrealista de Madrid La Torre Magnética.

Madrid. diciembre de 2021. 461 Págs. broch. Ilustrado a preto e branco. Língua: Espanhol. Novo.

15. €



Lepecki (André) - Esgotar a Dança

 A Performance e a Política do Movimento.

Tradução: Miguel Cardoso.

Revisão: Mariana Pinto dos Santos.

Design e paginação: Rui Miguel Ribeiro.

Dezembro de 2023. 298 Págs. broch. Novo.

17,50 €



Pacheco (Luiz) - Diário Selvagem

o diário dos Diário (Setúbal, de 17/VI/93 a 21/XII/93).

Este Diário Selvagem, até aqui quase integralmente inédito, é um livro mítico, listado e discutido em inúmeras cartas e cronologias do autor, a que só alguns biógrafos e estudiosos foram tendo acesso, nota à edição.

Organização de Nuno Azevedo e Nuno dos Santos Sousa.

Língua Morta.

Janeiro de 2024. 347 Págs. broch. Novo.

16. €