Livros na Reitoria . Sábado dia 1 de Julho de 2017



A Livraria Utopia, vai participar na Feira de Livros Novos e Usados, 1.º Sábado de Cada Mês, nas Arcadas da Reitoria da Universidade do Porto, das 10h às 19h.





Londres (Albert) - Na Índia

Tradução e Nota Introdutória de Ana Cristina Leonardo.

Ilustração de Capa: André Chiote.

Edição: Livros de Bordo.

2017. 105 Págs. broch. € 12,00.



Carlos da Fonseca (1940-2017)

O historiador Carlos da Fonseca faleceu em Paris, no dia 9 de Maio, na sequência de uma doença com que se debatia, quase secretamente, há muitos anos, e que a partir de certa altura muito debilitou a sua actividade de autor.
Historiador do movimento operário e do anarquismo em Portugal, lega-nos, em particular neste domínio, uma obra considerável, das reedições comentadas de «textos esquecidos» aos quatro volumes, essenciais, da sua História do Movimento Operário e das Ideias Socialistas em Portugal (Europa-América), passando por volumes como Integração e Ruptura Operária (Estampa). Os seus últimos livros conhecidos, Para uma Análise do Movimento Libertário em Portugal e O 1º de Maio em Portugal,foram publicados pela Antígona.
Carlos da Fonseca nasceu em Peniche, onde começou a trabalhar aos 11 anos de idade, passando por diversos e provisórios ofícios. Nos anos 60, refractário ao exército colonial, exilou-se em França, onde fez longos estudos universitários, primeiro na Universidade de Paris VIII (Vincennes), depois na École Pratique des Hautes Études, onde se acentuou a sua vocação investigativa. Foi professor de história e cultura portuguesa na Universidade de Paris VIII e, posteriormente, na Sorbonne.
Personalidade de uma obstinada discrição, pode aplicar-se-lhe o verso programático de Luiza Neto Jorge «Não me quero com o tempo nem com a moda». Mas a sua veia satírica, embora pouco exposta, surgiu por vezes em textos não assinados como «Desratização», publicado na revista Pravda, em que investe contra os «fabricantes de opinião»: «Subindo pelos canos de esgoto do vedetariado servil, invadiram a imprensa, instalando-se nas redacções, para daí contagiarem, com visível perigo sanitário, as crédulas populações, através de doses de informação mercenária».
A sua obra de historiador rigoroso e influente está a necessitar de uma atenção redobrada. Nestas toscas linhas, daqui saudamos a sua memória de homem inteiro.
Júlio Henriques   

Godinho (Paula) - O Futuro é para Sempre

Experiência, expectativa e práticas possíveis tem por objectivo principal partir em busca de práticas possíveis, a partir das quais os seres humanos delineiam futuros, em situações de mudança. O livro articula três investigações realizadas em Portugal e na Galiza, em conjunturas diversas. Através delas, procura-se analisar essas «práticas possíveis» entre agentes sociais concretos: as mulheres e os homens do Couço, no sul de Portugal, envolvidos no processo de Reforma Agrária, na sequência do 25 de Abril de 1974; as trabalhadoras têxteis de Verim, no sul da Galiza, na actualidade; os habitantes do Couto Misto, durante o processo de a delimitação da fronteira entre os estados espanhol e português, no XIX. As «práticas possíveis» remetem para instantes empolgantes, rotinas necessárias, ou fugas imperativas.  Esses momentos da vida individual e colectiva estão dependentes do momento, da correlação de forças em campos sociais elásticos, de encadeamentos de escalas diversas e da relação entre a experiência e a expectativa dos agentes sociais. Num processo paralelo, pretende reabilitar-se a dimensão do político na prática e na análise das sociedades, no sentido de uma esperança para as pessoas e para as próprias ciências sociais.

Revisão de Andreia Baleiras.

Design da capa de  Pedro Serpa.

Paginação de Ricardo Cabanelas.

Edição: Livraria Letra Livre / Através Editora.

Lisboa / Santiago de Compostela. 2017. 388 Págs. broch. € 16,00.


Flauta de Luz



Boletim de Topografia . Nº 4.

AAVV.

Editor e coordenador: Júlio Henriques.

Design e paginação: Gonçalo Mota.

Na capa: pintura de Tiago Mourato.

Na contracapa: pintura de Teresa S. Cabral.

Ilustrações: AAVV.

2017. 262 Págs. broch. € 10,00.



Bataille (George) - A Literatura e o Mal


Estudos sobre Emily Brontë, Baudelaire, Michelet, William Blake, Sade, Proust, Kafka e Genet.

Tradução de Manuel de Freitas.

Revisão de Andreia Baleiras.

Concepção gráfica de Pedro Serpa.

Edição: Livraria Letra Livre.

Lisboa. 2017. 206 Págs. broch. € 15,00.

Estupida

5 Magazine.

Sobre todos os nossos fins literários & culturais & suas impossibildades.

AAVV.

Uma publicação Edições Mortas, Black Sun Editores & Edições N.

2017. 44 Páginas, agrafado. € 10,00.




Dicionário de Jogos

Publicado sob a direcção de René Alleau, com a colaboração de Renaud Matignon.

Prefácio de de M - M. Rabeque - Maillard.

Tradução de António Lopes Ribeiro.

Editorial Inova. Porto. 1973. 518 Páginas, encadernação editorial.  Usado.
€ 50,00.

Medeiros (Nuno) - Edição e Editores

O Mundo do Livro em Portugal, 1940-1970.

Edição: Imprensa de Ciências Sociais. Lisboa. 2010. 332 Págs. broch. Usado. € 10,00.

Marx / Engels - Manifesto do Partido Comunista

Tradução: Soveral Martins.

Edição: Centelha.

Coimbra. 1974. 109 Págs. broch. Usado. € 6,00.

Pacheco (Helder) - Porto: na Passagem do Tempo

Fotografias do Autor e outros (devidamente identificados).

Edições Afrontamento.

Porto. 2009. 317 Páginas (ilustrado), encadernação editorial. Usado.
€ 18,00.

Silva (Germano) - À descoberta do Porto

Fotos de Lucília Monteiro.

Editorial Notícias. Lisboa. 1999. 159 Páginas,Ilustrado e com
encadernação editorial. Usado, com dedicatória e assinado pelo Autor. € 15,00.

Halphen (Louis) - Carlos Magno e O Império Carolíngio

Tradução: Artur Pinto.

Editorial Início. Lisboa. 1971. 473 Páginas, encadernação editorial. Usado. 9,00.

Preferi roubar a ser roubado!

AAVV.

Textos sobre o roubo revolucionário.

Tradução de Carlos Jacques e Mário Rui.

Edição: Barricada de Livros. Lisboa. 2017. 115 Págs. broch. € 8,00.


Ricoeur (Paul) - O Justo ou a Essência da Justiça

Tradução: Vasco Casimiro.

Edição: Instituto Piaget. Lisboa 1997. 195 Págs. broch. Usado. € 7,00.

Carvalho (Mário de) - Contos Vagabundos

Editorial Caminho. Lisboa. 2000. 156 Págs. broch. Usado. € 6,00.

Seabra (Manuel de) - O Fogo Sagrado

Edição do Autor.

 Lisboa. 1961. 127 Págs. broch. € 14,00.