Neves (Hermano) - Como triumphou a Republica


Prefácio de António Ventura. Edição fac-similada da publicada em 1910.

O livro «Como Triumphou a Republica» foi publicado pelo jornalista Hermano Neves logo após a Revolução, ainda em 1910 como uma grande reportagem da mudança do Regime. A obra não voltou, no entanto, a ter qualquer nova edição até hoje. Esta obra detalha a participação popular nos acontecimentos que levaram à derrubada da monarquia muitos dos quais raramente referidos na restante historiografia da Revolução de 1910 centrada nas elites republicanas.

Sobre o autor:

Hermano Neves, médico e jornalista republicano falecido em Lisboa em 1929, aos 44 anos, detentor de uma vasta cultura literária e científica, revelou-se um dos mais notáveis jornalistas do seu tempo, modelar em todos os géneros – na crítica, no comentário, na crónica e fundamentalmente na grande reportagem. Ávido de curiosidade e de saber, viajou muito pela Europa, Brasil e África. Pode dizer-se que Hermano Neves foi o iniciador do jornalismo moderno, nomeadamente com uma série de reportagens sobre as incursões monárquicas, no princípio das da segunda década deste século. Ficaram também memoráveis as suas reportagens da primeira Grande Guerra.
São da sua autoria os livros “Como triunfou a República”, reportagem viva do 5 de Outubro, que apareceu ao público poucas semanas depois da implantação do novo regime; “Guerra Civil”, em que faz a história e evoca as incursões monárquicas; e “Três Dias em Olivença”, em que se reúnem as brilhantes crónicas que escreveu em 1917, quando ali se deslocou.

Edição: Livraria Letra Livre.

Lisboa. 2010. 143 Págs. broch. € 12,00.