Costa (Emílio) - Ascensão, Poderio e Decadência da Burguesia

Na sua opinião, de que maneira e por que regímen se deveria substituir o Actual?
Dada aquela fatal modificação, para onde se encaminha então a sociedade?
À primeira pergunta, respondo que a publicação deste pequeno estudo, não foi feita para se dizer como se deveria fazer a substituição. À segunda, respondo: Leitor, eu não sou profeta!, Emílio Costa.

Edição: Seara Nova.

Lisboa. 1939. 50 Páginas, agrafado. Usado. € 13,00.