Kharms (Daniil) - Três Horas Esquerdas

Tradução e apresentação: Júlio Henriques.

Sob o cómico das narrativas de Kharms, irrompe o trágico da promíscua agressividade do "rebanho humano" a debilidade do indivíduo, os sumiços  de gente, as detenções discricionárias, as doenças estranhas. Naturalmente, o que Kharms retrata, no seu aparente absurdo, é um mundo muitíssimo real, observado por um olhar cirúrgico; mas esse absurdo, que oficialmente só poderia decorrer da decadência do capitalismo ocidental, é inaceitável na URSS, onde oficialmente o capitalismo está a ser abolido e o vastíssimo e novel país é a pátria do socialismo em processo, J. H.

Edição: Flop.

2017. 61 Págs. broch. € 9,00.