Ribeiro (Rui Azevedo) - RAR

RAR é um refinadíssimo libreto já preparado para ser musicado por uma orquestra de câmara (pode ser municipal). Contém um solo de viola de gamba pontuado por dedilhadas incursões numa tiorba de cordas de tripa já devidamente unguentadas a azeite fino. Deverá ser levado a lume brando, mexendo sempre, até atingir o chamado ponto de caramelo, o que para muitos ainda é um mito, e assim ficará pronto a ser servido. Bueno apetite!

Desenho de capa de RAR.

Composto em tipografia de caracteres móveis.

Edições 50Kg.

Porto. 7 Págs. agrafado. € 6,00.